17 de julho de 2010

Stewart fala de seus planos futuros

A estrela da Saga Crepúsculo: Eclipse pensa no futuro antes das etapas finais da franquia e nos seus planos para a carreira
Kristen Stewart dá mais um passo para a imortalidade na Saga Crepúsculo: Eclipse. Ela deixou sua marca em Bella, que está determinada a se casar e passar a eternidade com seu amor, o vampiro Edward, interpretado por Robert Pattinson.
Stewart contou à Jeanne Wolf, do site Parade.com, que, assim como sua personagem, ela cresceu muito desde que Crepúsculo virou um fenômeno cultural. Mas algumas coisas não mudaram.


Honestidade é a melhor política, não importa o que aconteça
“Eu costumo dizer que não tenho vergonha do que falo, porque sempre estou sendo honesta, embora haja alguns mal entendidos. É a Bella fechada em uma concha, então eu sempre me refiro a ela. Eu acho que é muito bom ter orgulho do que você é, independente do que seja. O sucesso é algo completamente diferente para algumas pessoas. Eu sinto que sou bem sucedida quando faço alguma coisa que me deixa feliz e quando não estou mentindo para ninguém. Isso é o que me faz bem agora.”
Então seu romance com RPattz foi além das telinhas?
“Na verdade, é difícil pegar os detalhes de sua vida pessoal e aplicá-los em uma cena, pois por mais que você queira provar com sentimentos, você acaba ficando confusa. E quando começa a colocar um pouco mais de você, pensa ‘Não, isso não está certo.’ Você está interpretando outra pessoa. Tem de deixar tudo para trás antes de começar a encenar.”
Beijar na frente das telas não foi o problema
“Uma das cenas mais desafiantes, talvez, tenha sido finalmente beijar o Jacob pela primeira vez. Bella tem a visão de que Edward é o único para ela. É uma perspectiva estranha. Então quando o Taylor e eu nos beijamos, pareceu ser uma dinâmica diferente. Eu estava muito nervosa.”
Sobre Bella e seu pai tendo “a conversa”
“Foi engraçado o jeito que Bella ficou envergonhada nessa cena. Acho que muitas garotas ficam, porque muitas delas não precisam desse sermão. Provavelmente, eu tive esse momento. Acho que todos tiveram. Mas eu sabia tudo, desde o início. Eu era muito madura na época. Então, eu nunca tive ‘a conversa’. Não precisei.”
Cedendo à fama
“Definitivamente, eu relaxei. Não há nada que eu possa fazer: apenas ser eu mesma, ou o que quer que seja. Isso me enlouquecia. Eu ainda tenho de dizer a mim mesma para relaxar. Mas é isso.”
Glamour no tapete vermelho
“Estou me divertindo com isso. Normalmente, se eu não gosto do que estou vestindo, as pessoas irão perceber. É como se estivesse estampado na minha cara. É por isso que tenho de estar certa do que cairá bem em mim. Sinto-me mais confortável com as minhas próprias roupas, pois são roupas que eu realmente usaria, e não que estou vestindo coisas estranhas para eventos e que dificilmente eu iria usar.”
À espera de Amanhecer
“Eu mal posso esperar, pois estou prestes a sentir como seria interpretar um vampiro. Foram anos me relacionando com essas questões e eu pensei muito nisso. Isso será uma aventura e muito estranha. Bella será a melhor sugadora de sangue de todos eles. Ela é mais forte, intocável, impenetrável. Acho que será maravilhoso ver o quanto ela mudou desde Crepúsculo, quando era uma adolescente de 17 anos e que não se importava com muita coisa. Agora, ela se tornará a matriarca.”
Pensando no futuro
“Eu realmente não faço um monte de planos para minha carreira. Minhas escolhas vêm da alma. Eu preciso ter um sentimento diferente antes de fazer um filme, e eu nunca sei no que vai dar. Até agora, eu escolhi coisas muito distintas. Sei que algumas pessoas acham que interpretei um monte de adolescentes chatas, mas esse é o tipo de menina nessa idade. Acho que interpretar uma pessoa estúpida e feliz seria estúpido, engraçado e feliz, mas chato.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário