13 de julho de 2010

Rob fala sobre o fim da saga

Robert Pattinson ‘com medo’ do fim de ‘Twilight’

Image and video hosting by TinyPicROBERT PATTINSON geralmente chega nas nossas entrevistas com um sorriso fácil e malicioso em seu rosto. O sorriso nos faz lembrar que estamos em uma outra conversa cheia de humor com o cara.

O que estava diferente dessa vez foi seu corte de cabelo – curtíssimo do lado – que o fez parecer mais jovem.

Nesse bate-papo, Robert fala sobre sua ansiedade em relação a chegar ao fim da série “Twilight”, como ele se sente a respeito das cenas de beijo entre a Bella de Kristen Stewart e o Jacob de Taylor Lautner, e um momento de mudança de vida, entre outras coisas.

Robert percorreu um longo caminho desde sua primeira entrevista no set londrino de “Harry Potter e o Cálice de Fogo,” no qual interpretou Cedrico Diggory.

Abaixo estão excertos:

Com o que você está ansioso em relação a “Breaking Dawn” ser filmado simultaneamente como dois filmes e Bill Condon os dirigindo?

Estou feliz por ser Bill Condon. Adoro as coisas dele. Ainda não vi o script mas estou temeroso pelo fim da série. É um cobertor de segurança tão ótimo. É como uma rede. Você tem a possibilidade de cometer erros quando se tem um outro filme “Twilight” para fazer. Depois disso, acho que você está por sua própria conta.
Estou feliz que os filmes “Breaking Dawn” serão feitos juntos. Porque, do contrário, é muito difícil encaixar um outro filme no intervalo entre cada um. Como o que aconteceu com “Eclipse”— ter que colocar sua mente de volta onde estava antes. Tive cerca de uma semana de preparação. Foi bastante estressante no começo. Com os dois filmes sendo feitos juntos, você pode permanecer no personagem o tempo todo.
Na cena da barraca, que já é a coisa mais falada em “Eclipse,” seu personagem vampiro é, obviamente, frio, falando de temperatura corporal, enquanto o Jacob de Taylor deixa bem claro que ele é literalmente mais quente.
É uma cena meio estranha. Bem difícil. É incrivelmente depressiva para Edward (rindo). Faz com que ele de fato pareça incrivelmente não atraente. Mas eu na verdade nunca entendi isso, para começar. É como ter uma pessoa fria, congelante, perto de você (rindo). É horrível.




Nenhum comentário:

Postar um comentário