17 de julho de 2010

Nine to Five entrevista Taylor Lautner

Esperar para entrevistar uma das maiores estrelas do mundo é, com certeza, uma sensação bem estranha. 
 
    Com restos de café em copos e várias garrafinhas de água espalhas por todos os cantos da sala de espera, foi uma grande diferença para os representantes da imprensa, enquanto a mídia está correndo de uma sala para outra atrás de uma entrevista exclusiva.
    Neste caso, para o terceiro filme da Saga Crepúsculo, isso foi muito mais que um caso perdido. As salas de espera estavam silenciosas, e somente um segurança estava andando pelos corredores.
    Então, quando Kristen Stewart passou com seu cabelo bagunçado, que já é uma marca registrada, e timidamente disse: “E aí”, não tive dúvidas com quem ela estava falando.  Sorri, e respondi de volta com um “E aí”.
    A NINE TO FIVE marcou uma entrevista com Taylor Lautner, talvez mais conhecido por seu personagem Jacob Black, que luta com vampiros ao se transformar em um lobisomem. A maioria de nós conhece a história. Uma jovem garota se apaixona por um vampiro, o vampiro vai embora para protegê-la, ela fica desolada, o lobisomem vira seu amigo e eles se apaixonam, então o vampiro volta e o triângulo amoroso se intensifica.
    A rotina de Lautner para promover o filme na Austrália é agitada. Ainda assim, ele me contou que está contente em visitar o país e que as fãs são muito educadas. Mas parece que todos querem um pedaço da estrela. Você pode imaginar quantos ficam na sua cola agora. Como alguém tão novo (ele completou 18 anos em fevereiro), lida com todo esse sucesso e com a fama?
    “O que importa é ficar rodeado de pessoas que passam muito tempo com você, seus amigos próximos ou família e não mudar isso”, ele disse.
    “Eu vivo duas vidas diferentes. Eu entro no mundo Crepúsculo e faço meu trabalho – e é isso que é: um trabalho – e então vou para casa, volto para minha família e amigos e vivo a vida que eu tinha antes.”
    Mas a vida não pode ser tão simples assim. Ele é o ator adolescente mais bem pago do mundo, tem paparazzi à sua volta a cada passo que dá, está sempre nos noticiários e até a Oprah é sua fã.
    É lógico que não se pode voltar ao normal tão fácil. Não há como ter um interruptor para ligar e desligar.
    “(Minha vida é) diferente. É claro que não é normal e eu ainda não consegui entender tudo isso.”
    “Você sabe que é só colocar o pé na rua e haverá fotógrafos e fãs, mas eu ainda fico surpreso”, ele disse.
    “O mais importante é não deixar que isso mude sua vida ou te afete muito, se não você vai ficar louco.”
    “Há prós e contras em tudo isso, mas o lado bom compensa o lado ruim, então eu supero o resto.”
    Os prós podem incluir os milhões de dólares que ele está faturando com os filmes da saga e a adoração de todas as mulheres e homens de todo o mundo. Seu corpo é um dos assuntos mais falados sempre que seu nome é citado. Seu “tanquinho” está em primeiro lugar no Top Five de Abdomens de Hollywood. Ele não liga para toda essa atenção, mas disse que tudo isso é meio embaraçoso.
    Houve rumores de que o diretor de Lua Nova considerou a ideia de colocar outro ator no lugar de Lautner, por conta das mudanças físicas que acontecem com o personagem no segundo filme. Mas Taylor malhou exaustivamente por um ano, para garantir o seu lugar na saga e ganhou, aproximadamente, 14 quilos para representar seu papel.
    Talvez, se ele estivesse no papel de Robert Pattinson, o vampiro Edward Cullen, não precisaria ter seguido uma dieta tão rígida.
    Às vezes, ele se pergunta como teria sido sua vida em outro papel.
    “Só para saber como teria sido, por que eu trabalho com vampiros e queria sentir o gostinho de tudo isso”, ele disse.
    Vampiro ou lobisomem, a fama proporcionou muitas oportunidades para as estrelas de Crepúsculo.
    Adoração, dinheiro e, talvez, até  poder. Será interessante seguir a jornada desses astros.
    Lautner, em particular, já  tem uma longa trajetória. Pelo o que os jornalistas viram, sua maturidade será o segredo para o sucesso.
    Taylor fala sobre
    - Kristen Stewart: “Kristen é uma garota maravilhosa. Nós realmente somos amigos muito próximos, então eles (a mídia) podem dizer o que quiserem que isso não irá afetar o modo como vou vê-la.”
    Robert Pattinson: “Ele é uma das pessoas mais engraçadas que eu já conheci. Ele tem um senso de humor completamente diferente para mim, mas eu não consigo parar de dar risada com ele. Sempre que tenho que fazer as cenas com ele, eu tenho que odiá-lo ou gritar com ele e logo que cortam a gravação, eu me vejo rindo dele, então é difícil ficar bravo com um cara tão legal.”
    Dakota Fanning: “Ela é ridiculamente talentosa. Eu cresci assistindo aos seus filmes. Um dos meus preferidos em que ela atua é Chamas da Vingança. Então é bem legal tê-la fazendo parte disso.”
    - Drama no VMA entre Taylor Swift e Kanye West:“Eu não sabia o que estava acontecendo. (Momentos depois de Lautner dar o troféu a Swift no MTV Video Music Awards, West subiu ao palco, pegou o microfone de Swift para dizer que Beyonce era quem merecia o prêmio). Eu achei que fosse encenação. Quando ele (Kanye) saiu do palco e ela (Taylor) virou, eu vi seu rosto e pensei “Estou muito confuso agora.” Aquilo foi real?

Nenhum comentário:

Postar um comentário